Saúde Mental│O que é a Psicologia infantil?

A psicoterapia infantil se inicia quando os pais ou responsáveis próximos identificam que a criança precisa de ajuda psicológica. O encaminhamento à psicoterapia pode ser feito por outros profissionais da área da saúde como pediatra, psiquiatra, neurologista, entre outros, ou pela própria escola.

Certos problemas aparecem e os pais tendem a perceber certos sinais de alerta. Tais são eles: falta de atenção, dispersão, agressividade, tristeza pela separação dos pais, irritabilidade, timidez excessiva, baixa autoestima, dificuldade de aprendizagem etc. Quando a bagunça e o barulho dão espaço ao silêncio e ao isolamento, causando mudança no comportamento, significa que é um bom momento de cuidar da saúde mental das crianças.

A psicoterapia infantil é o cuidado e a atenção ampliada com a saúde mental da criança. É um espaço dedicado para acolhimento das angústias, medos, inseguranças e um momento de intervenções com os pais.

Com o intuito de promover uma infância saudável a psicoterapia infantil utiliza a Ludoterapia que é o brincar em uma sala lúdica para caminhar rumo ao bem-estar da criança e da família, a prevenção e solução de conflitos.

A participação dos pais nesse processo terapêutico é de extrema importância pois são eles que estarão presentes no dia a dia da criança.

Como funciona a Psicoterapia Infantil?

As primeiras sessões, se exige a presença dos pais, o ideal é que os dois estejam presentes. O psicólogo irá realizar uma entrevista inicial para reunir informações sobre a criança e para conhecer a rotina da família. Após esse encontro o psicólogo terá maiores condições de entender a queixa e avaliar os objetivos do trabalho. Todas perguntas são necessárias para entender o porquê os pais levaram a criança ao atendimento psicológico.

O objetivo é captar a forma em que as mesmas agem em casa, na escola, com os amigos e seus familiares, o que a mesma gosta ou não gosta e etc.

As sessões posteriores são realizadas apenas com a criança. As crianças não expressam seus sentimentos e emoções com facilidade como fazem os adultos, falam menos e tem outras formas de comunicações, por isso, o atendimento a ela é feito de forma lúdica, ou seja, “brincando” com desenhos, jogos, massinhas, etc. De forma descontraída a psicoterapia se dá, facilitando a criação de vínculos e confiança.

Sempre que perceber que seu filho precisa de atendimento psicológico, não tenha medo ou fique com vergonha de pedir ajuda, em nenhum momento você será julgado, o psicoterapeuta te receberá com o mesmo acolhimento e empatia dado a criança. Quanto mais os país compreenderem o que é a psicologia e no que ela pode auxiliar nas escolhas, e o quanto ela está disponível para o bem estar da família, maior é a participação dos integrantes e mais conquistas o paciente apresentará.

Colaboração de: Paola Alves Pinto
Amo conhecer pessoas e ajuda-las. Amante da psicologia e como a mesma pode mudar vidas."   

Formada em Psicologia (CRP: 5/53273), Pós-Graduada em Gestão Estratégica de Pessoas e Pós-graduanda em Saúde Mental e Atenção Psicossocial

Contatos: Facebook: paola.alves.750 /  Instagram: @psipaolaalves /  Tel: 21 967276568

Comentários