Curiosidades│Disney ignorou Hitler

Hitler era um fã declarado dos desenhos animados de Walt Disney. Os encantos de Mickey e companhia agradavam o líder nazista. Segundo alguns biógrafos, Hitler gostaria de usar aquela força em prol de sua propaganda. Ele não estava sozinho nessa vontade. O problema é que do outro lado da moeda moravam os Estados Unidos e o próprio Disney. 

Americano, Walt Disney chegou a participar da Primeira Guerra Mundial dirigindo ambulância para os soldados dos Estados Unidos. Na Segunda Guerra Mundial, o artista teria participação muito importante: os estúdios Disney ajudaram na construção da imagem americana, no relacionamento com a população e nos laços diplomáticos do país. 

Em vários aparelhos militares, como aviões e navios, o Mickey estava presente. Em ambulâncias também. Isso humanizava a tropa. Dava calor afetivo aos feridos. Os estúdios, em um determinado momento, se tornaram alojamentos militares. Isso representava abrir a casa. Os personagens contribuíam para conscientização e os desafios de estarem em guerra. 

Aproveitando o carisma, Pato Donalds fez propaganda de como era importante pagar as contas em dia, Minnie estimulou a população a guardar o óleo de cozinha em vasilhas e trocar por dinheiro em postos determinados pelo Governo... O dinheiro arrecadado ajudava a financiar as tropas e o óleo era usado para fazer munição. 

As animações que Disney liderou serviram como verdadeiros mísseis na ideologia nazista. Quer detalhes? Quem foi o Disney alemão patrocinado por Goebbels? Como Disney foi decisivo para os Estados Unidos? Quais filmes de Disney atingiram o nazismo? Como Disney foi importante para levar o Brasil para a Guerra?

Assista o vídeo abaixo:

Postagem originalmente publicada em History Play 
Aproveite para se inscrever no canal Ta na História do Thiago Gomide

Comentários