Resenha│A falta de empatia em meio a pandemia



Diante do cenário atual, muita gente chegou a pensar que a humanidade iria de fato se tornar mais humana. Seria um momento de reflexão, de pesar os prós e contras de tudo que nos rodeia. Mas, infelizmente, estavam errados.

O que temos visto é uma total falta de empatia, de amor ao próximo ou, simplesmente, respeito uns pelos outros.

Vimos isso recentemente com um casal intimidando outra pessoa.

Pelo simples fato de um funcionário da vigilância sanitária ter pedido a clientes de um bar que se retirassem, pois estava cheio alem do permitido, este casal, de uma forma boçal, o humilhou e em uma tentativa de mostrar-se superior a ele, se identificou como formados em um curso de graduação.

Ou seja, eu sou formado e você não. Então você não é nada. Este foi o pensamento dos dois.

Triste constatação de que quanto mais estudos, menor é a educação e maior é a soberba das pessoas. O que eles não sabiam é que este homem era formado em Medicina Veterinária e tem doutorado.

A arrogância das pessoas anda aflorada mesmo em meio a uma pandemia. Pessoas se recusam a usar máscara e ao ser interpelado parte pra agressões verbais e até físicas.

Outro caso que chamou a atenção foi o da médica, cansada do trabalho, que ao pedir para que pessoas em uma festa abaixasse o som, não foi atendida. Já estressada, quebrou vidros do carro de uma dessas pessoas e a consequência desse ato de desespero foi brutal. Foi covardemente espancada por um grupo de homens. Um inclusive policial.

Ela que estava na linha de frente contra a COVID-19 se viu impossibilitada de realizar seu serviço. Menos uma pessoa no combate a esta doença que vem destruindo famílias.

Ou seja, eu sou policial. E se eu sou policial, posso tudo. Até te espancar.

Nos dois casos (o casal formado e o policial) temos exemplos de pessoas que pensávamos ter um pouco mais discernimento do que é certo ou errado. Mas o que vimos foi a falta de empatia, educação e respeito pelo próximo.

Ainda temos que ter esperança na mudança do caráter do ser humano. Só nos resta isso, esperança.

Comentários